Infra Estrutura

A Brasil Leilões dispõe de infra-estrutura própria, cujas instalações foram projetadas para o Depósito e Guarda de Bens de Terceiros, com as seguintes características:

 

1.            Infra-estrutura Operacional

1.1        Instalações

estrutura, instalações, prateleiras e pallets, para  a distribuição  organizada dos produtos, de forma que sejam mantidos separados e facilmente identificados em relação aos lotes e/ou processos aos quais se referem, tantos quantos forem necessários, e inclusive, containers de metal, na quantidade que for requerida, para depósito de mercadorias de pequeno porte e a granel.

1.2        Equipamentos

ferramental, máquinas, equipamentos e empilhadeiras, para  carga e descarga, oferecendo a movimentação  segura  e  organizada  dos  bens  depositados. 

1.3        Recursos Humanos – Administração

Profissionais capacitados e treinados especialmente para atender as necessidades administrativas do Leilão, incluindo a Equipe de Retaguarda.

1.4        Recursos Humanos – Leilão

Profissionais qualificados e distribuídos em funções específicas, formando um grupo homogêneo e  sincronizado, agilizando  procedimentos, cuja equipe é composta de acordo com o volume e tamanho do Leilão, mas, tendo como estrutura básica:

 

a.   Assistentes do Leiloeiro

1

b.   Recepcionistas: Atendimento aos participantes

3

c.   Relações Públicas – Pisteiros

2

d.   Caixas - Emissão da Certidão de Arrematação

3

e.   Responsável pela sonorização e organização

1

f.   Responsável pelo Auditório

1

g.   Responsável pela Imagem

1

 

1.5        Administração Central

Sistemas de Comunicação, Som, Informática, Equipamentos Gráficos, Áudio Visual, reunindo tecnologia de ponta e alta qualidade. Conta também, com sistemas específicos destinados a:

a.      Administração e Controles de Entrada e Saída de Mercadorias

b.      Gerência e Retaguarda de Venda e de Pós-Venda

c.      Gerenciamento de Leilões.

 

1.6        Endereços – Paraná

a.      Administração Central

  Rua Nunes Machado, nº 611 – Curitiba/PR – telefone 41.3323-3030

b.      Depósitos

  Rua Senador Accioly Filho, nº 1625 – CIC – Curitiba/PR

  Rua Orestes Thá, nº 384 – Curitiba/PR

  Rua Pará, nº 605 – São José dos Pinhais/PR

  Rua Guadalajara, nº 289 – Araucária/PR

 

1.7        Endereços – Santa Catarina

a.      Depósito

Rua Benjamin Constant, 2787 - Joinville-Sc

 

2.            Área de Armazenamento

Via de regra, os bens são armazenados no Depósito principal, que conta com uma área de 20.000 m2 (vinte mil metros quadrados) situado na rua Senador Accioly Filho, nº 1625 – CIC – Curitiba/PR.  Referido imóvel destina-se exclusivamente para o Armazenamento e GUARDA DE BENS DE TERCEIROS, destinados ao LEILÃO. Para tanto, contamos com os mais modernos aparatos de segurança, monitoramento terceirizado permanente, muros de alvenaria com 4 metros de  altura e cobertura de Apólice de Seguros de  Armazenagem, Translado e Operacional.

No caso da Guarda de Bens de Terceiros, o Leiloeiro Oficial assume a função e responsabilidade de DEPOSITÁRIO FIEL dos bens que lhe foram confiados pelos Vendedores.

        

  

3.            Sistemas de Segurança

Segurança patrimonial monitorada e controlada por sensores e alarmes, com discagem direta para a empresa responsável pela vigilância, muros com altura mínima de 4,00 m (quatro metros) guarnecidos na parte superior, com ouriços de metal eletrificados, circuito interno de vigilância, monitoramento terceirizado, etc.

 

4.            Garantia dos Bens – Apólice de Seguros

Os bens armazenados estão cobertos por apólice de Seguro, personalizado por Depósito, tendo integral portabilidade, nas dependências da Estrutura Física e bens depositados, quanto a:

a.      Incêndio / Raio / Explosão de qualquer natureza

b.      Responsabilidade Civil - Operações de Armazéns Gerais

c.      Fumaça, Vendaval e outros  eventos  provocados pela natureza

d.      Roubo e Furto  Qualificado de Bens.

 

5.            Serviço de Remoção

A remoção de Bens até o Depósito do Leiloeiro será feita pelos Vendedores ou, opcionalmente pelo Leiloeiro, que pode oferecer o serviço completo para a Remoção de Bens, com logística apropriada e cobertura de apólice de seguros, com garantia de translado e operacional, mesmo envolvendo outros estados da federação, contando com infra-estrutura operacional capacitada e experiente na execução de remoções de pequeno e grande porte, equipada com caminhões e ferramentais especiais para cada caso específico. 

 

6.            Serviço de Avaliação

Via de regra, o valor do lance mínimo  será fixado  pelos Vendedores dos bens. Opcionalmente, ou não existindo a valoração, o Leiloeiro poderá oferecer o Serviço de Avaliação, que será considerado a título de sugestão, uma vez que cabe aos Vendedores, total autonomia e soberania para aceitar ou redefinir o  preço mínimo para o inicio do Leilão.

Como política de valorização do Leilão, os valores iniciais de cada lote não são informados para os licitantes interessados, para que estes não o utilizem como referencial no momento de ofertar seus respectivos lances, permitindo assim, que o bem seja valorizado pela lei da oferta e da procura.

 

7.            Formação e Distribuição dos Lotes

A  Formação do Lote poderá ser feito pelos Vendedores ou, ao seu critério, pelo Leiloeiro, que organizará a formação do Lote preocupando-se com a classificação por grupo,  distribuindo os bens de maior e de menor atratividade, levando em  conta a capacidade financeira do maior numero de disputantes, o que conduzirá à valorização do Lote, sempre em comum acordo com os Vendedores. Os lotes de maior ATRATIVIDADE são inseridos em pontos estratégicos dentre os demais Lotes do Leilão, com o objetivo de tornar atrativo o evento como um todo, garantindo a permanência do público, e assim  valorizando todos os bens, observando que, se os lotes de maior interesse forem ofertados de forma concentrada, diminui o valor unitário, pela própria lei de oferta e procura.

 

8.            Local do Leilão

O leilão poderá ser realizado na própria empresa ou  nas instalações do leiloeiro, dependendo da quantidade de Lotes que serão leiloados.

 

9.            Prazo de Realização do Leilão

A data do Leilão será ajustada com os Vendedores.

 

10.        Lance Ofertado e Lance Condicional

O lance ofertado que seja igual ou superior ao valor mínimo estipulado, será aceito e depositado em favor dos Vendedores e, quando confirmado o seu efetivo pagamento,  o  Lote será liberado para o Arrematante / Comprador.

No caso da oferta não atingir o valor mínimo, a proposta será considerada como Lance Condicional, que ficará sempre sujeito à aprovação dos Vendedores. Se a oferta não for aceita, a venda será cancelada e lote será recolocado à venda no próximo leilão.

 

11.        Estratégia Mercadológica

A Brasil Leilões utiliza um amplo Banco de Dados, onde são selecionados os Clientes Potenciais, com base nos Bens colocados à venda e a atividade destes Clientes. Na  remoção  os  Bens  são fotografados e anunciados na internet, onde consta a descrição de cada lote e as respectivas fotografias.

Nos dias de visitação,  os funcionários da Brasil Leilões disponibilizam um organizado sistema de Pronto  Atendimento para todos os interessados em qualquer um dos bens que serão leiloados.

 

12.        Procedimentos Legais e Administrativos

12.1          Publicação do Edital

12.2          Estratégias de Divulgação

a.      Reprodução dos Editais

b.      Cartazes

c.      Folderes

d.      Faixas

e.      Mala Direta: Remetida a clientes potenciais.

f.        Mídia escrita, falada e televisiva:

g.      Central de Telemarketing = Telefone 41 3323-3030